O problema não é o fim de semana!

O problema não é o fim-de-semana

Introdução

Mais um fim de semana e daí ?

Todas as pessoas querem ser saudáveis, mas ouço todos os dias o seguinte:

“Eu até como bem, mas o fim-de-semana é o meu problema”

Adianto já que o teu problema não é esse, mas lê e medita sobre isto:

O verdadeiro problema

1 – Todas as semanas têm um fim-de-semana! Sempre tiveram e sempre vão ter, até ao fim da nossa vida. O calendário gregoriano existe desde 1582 e, parece que está para ficar.

2 – A única coisa que pode mudar é a nossa atitude, as escolhas e vontade de lutar por aquilo que tanto desejamos. As mesmas coisas que adiamos tantas vezes, que já se torna algo normal e aceitável. Podemos fazer o exercício de imaginar o que diríamos alguém que gostamos, e que está constantemente a adiar uma coisa importante.

3 – Quanto mais nos afastamos, mais caminho teremos que percorrer de volta. Por vezes nem numa semana se recupera da desgraça de 3 ou 4 refeições, mesmo comendo melhor e fazendo exercício. E quanto mais tarde e mais velhos, pior!

4 – O problema não é o fim-de-semana! Aliás, para umas coisas o fim-de-semana é um problema, na mesma medida que para outras coisas, é a solução. Atenção aqui que a linha é muito ténue, quando há uma associação entre o descontrole e o prazer.

5 – O verdadeiro problema é que não há uma estratégia, atitude e relação saudável com a comida, que deveria estar em sintonia com o autocuidado, amor próprio e investimento na nossa saúde.

6 – Há divertimento, família, amigos e tudo o que nos faz feliz, sem teremos que abusar do nosso corpo, afastando-os cada vez mais do que queremos o resto do tempo. Depois ainda vem a culpa, compensação e o ciclo recomeça.

7 –  Se a noção de felicidade está associada ao buffet de sushi, álcool, doces e junk food, então é melhor esquecer o que eu escrevi, pois o que é preciso é outro tipo de ajuda, e não uma dieta.

Conclusão

É escusado estar à procura de novos caminhos, se não se está disposto a mudar a forma de caminhar. Se queremos algo, temos que fazer acontecer!

Não vai ser fácil. Mas não serve de mudar de dieta, suplemento ou nutricionista, enquanto não se definir na mente o que realmente se quer e precisa.

E eu posso ajudar neste processo! Contacte-me!

E já agora, bom fim-de-semana! 🙂

Deixe uma resposta