Aviso Legal

Conteúdo desta Página

1 - Introdução

Para poder transmitir o que sei, fruto da minha experiência e formação, e que reflete as minhas opiniões e convicções, tenho que ter expresso publicamente o seguinte:

2 - Exoneração de responsabilidade

  1. O autor, Miguel Figueiredo, não é, nem pretende ser, identificado como Médico, Nutricionista ou Dietista, nem tampouco desempenhar as funções legalmente a estes atribuídas.
  2. O autor, Miguel Figueiredo, identifica-se como Consultor de Saúde ou Health Coach, estando legalmente enquadrado e colectado para a prática das terapêuticas não convencionais e/ou alternativas;
  3. O Consultor de Saúde ou Health Coach, interage com o seu cliente com o objetivos de este poder implementar em segurança, hábitos e estilos de vida reconhecidos como promotores de saúde e qualidade de vida;
  4. Neste processo, e apesar de serem abordadas questões relacionadas com a saúde e bem-estar, alimentação, desporto, etc., as recomendações não pretendem nem podem de forma alguma ser entendidas como substitutas do diagnóstico ou aconselhamento médico convencional;
  5. As “Consultas” serão sempre um serviço de aconselhamento ou consultoria individual;
  6. A implementação das orientações propostas é da responsabilidade do cliente, que aceitou expressamente os termos e condições apresentados;
  7. É assumido que cada pessoa é livre para optar por estilos de vida e abordagens terapêuticas não convencionais, independentemente de serem, ou não, reconhecidas e ou regulamentadas pela lei portuguesa;
  8. O termo “Medicina Integrada Funcional“, reflete a abordagem pessoal, visão e opinião do seu autor, relativamente à saúde e bem-estar;
  9. Qualquer contato entre o autor e outra pessoa, via email, telefone, redes sociais ou formulários de contato, não cria de forma alguma uma relação legal paciente/terapeuta.

3 - Website e redes sociais

  1. O websiteMedicina Integrada Funcional” com o endereço www.medicina-integrada.ptpágina oficial de Facebook e Instagram associadas, abordam igualmente tópico de saúde e bem-estar, alimentação, desporto, etc. Quaisquer recomendações aí publicadas não pretendem nem podem de forma alguma sem entendidas como substitutas do diagnóstico ou aconselhamento médico convencional;
  2. O autor não se responsabiliza pela má utilização das informações aí prestadas;
  3. É proibida a utilização dos conteúdos deste website sem autorização expressão do autor, ou referência direta ao mesmo;
  4. Aplicam-se ainda no geral, todas as condições expressas no ponto 2 desta página.

4 - Nota pessoal

É compreensível que alguns profissionais de saúde se sintam  incomodados com a presença de pessoas que trabalhem com abordagens diferentes das convencionais. Isto é particularmente obvio, quando não se conhece, nem se quer conhecer, o trabalho, experiência e sucesso de cada um.

Afinal de conta, “o convencional” assume que as únicas abordagens válidas e permitidas, são aquelas que estão legalmente em vigor e recomendadas oficialmente. Isto mesmo que a ciência já as tenha descreditado por inúmeras vezes.

A título de exemplo, a proliferação de estudos de qualidade na última década na área da nutrição, tem destronado muitos dogmas e casos de má ciência que se fez durante quase meio século. Mas sendo o processo de actualização e implementação de novas recomendações, muito complexo e demorado, continuam-se a dar “maus conselhos”, por profissionais de saúde como médicos e nutricionistas.

Depois é também muito fácil e conveniente associar tudo o que não é convencional ou se desconhece, com esoterismo, terapias energéticas, práticas sem fundamento e charlatanices.

Que fique claro que todo o meu trabalho assenta, única e exclusivamente na ciência e na potencialidade comprovada de várias abordagens, aplicadas de forma individual ou integrada, para a promoção da saúde.

E aqui deixo a minha disponibilidade para esclarecer e fundamentar o meu trabalho, a qualquer pessoa, profissional ou entidade que o represente, o que já aconteceu por diversas vezes.

As críticas, ameaças e denúncias, traduzem-se como sempre em processos judiciais, sem qualquer resultado produtivo para nenhuma das partes.